Com quais tipos de código de barras posso trabalhar nos sistemas da PariPassu?

Além da leitura dos QR Codes, os sistemas CLICQ e Rastreador identificam diversos tipos de códigos de barras. Saiba mais a seguir.

Primeiramente, é importante compreender que o código de barras é formado por uma numeração, que corresponde a uma estrutura de dados que carrega a informação. Associada a essa numeração, há a representação gráfica dessa sequência de dígitos, que é a composição de barras que representa o código e possibilita a rápida identificação das informações por um sistema de leitura.

diferenciação de barras e números
Os sistemas da PariPassu identificam as estruturas de dados GTIN-13, GTIN-14 e GS1-128, além da GS1 QRCode. Observe a seguir os tipos de código de barras com seu exemplo visual e a especificação da estrutura de dados que representa. 

Código de barras EAN-13

código EAN-13Estrutura de dados: GTIN-13

Corresponde a um produto específico e é composto por uma sequência numérica de 13 dígitos que correspondem a informações como país de origem, fabricante, tipo de produto e dígito verificador.

Código de barras DUN-14/IFT-14

código ift-14Estrutura de dados: GTIN-14

Corresponde a um agrupamento de produtos identificados pela estrutura de dados GTIN-13, com um dígito a mais. Muito utilizado em caixas de papelão, containers, paletes etc, identificando o agrupamento de diversas unidades de um mesmo item.

Código de barras GS1-128

código gs1-128Estrutura de dados: GS1-128

Não é exatamente um tipo distinto de código de barras, mas, sim, uma variação capaz de agregar uma quantidade maior de informações às estruturas de dados GTIN-13 e GTIN-14, possibilitando a inclusão de data de validade, número de série e lote de produção, por exemplo.

 

Código de barras intercalado 2 de 5

código intercalado 2 de 5Representação gráfica capaz de codificar informações de qualquer comprimento, desde que haja um número par de dígitos no código. Trata-se de uma espécie de código de barras genérico que o sistema pode reconhecer durante a leitura de um código PLU que não apresente a estrutura de dados GTIN-13, por exemplo. 

As imagens dos códigos apresentados são apenas exemplos, retirados dos materiais de orientação da GS1, organização responsável pela manutenção de padrões globais dos códigos de barras. 

Recomendamos que leia o artigo "Os benefícios do Padrão GS1 para identificação de FLV", do blog da PariPassu. 



Esperamos que essa leitura tenha auxiliado você . Até a próxima! 😊